2 Respostas a “Ribeira das Naus Sem Carros

  1. Fica bem melhor assim. Ainda que aquele piso seja péssimo para qualquer pessoa que se atreva a passear-se por lá diariamente (como eu). O passeio é ligeiramente mais confortável mas, ainda assim, proibido aos ciclistas. Enfim, infrinjo diariamente o CE para ter 500m de conforto.
    Pensando bem, no passeio os peões reclamam (e bem) dizendo que o lugar dos ciclistas é na estrada. Na estrada, os automobilistas reclamam (e mal), pois querem a via só para eles para acelerarem desalmadamente nos 300m até ao próximo semáforo. Pertencemos a todo o lado mas ninguém nos quer em lado nenhum (talvez com um bocadinho de inveja por começarmos as manhãs sorridentes, com o sol ou a chuva a bater na cara). No futuro, talvez consideremos voar. Parabéns ao CycleChic.

Deixar uma resposta