O Lisbon Cycle Chic foi ao Greenfest

O que começou como um desafio lançado pela organização do Greenfest, acabou por ser um passeio bem engraçado pela Marginal. Ultrapassadas todas as dificuldades que nos surgiram ao início, e com a organização indespensável da FPCUB, conseguimos juntos proporcionar uma manhã diferente, e bem divertida.

DSC_0179 DSC_0177 DSC_0183

DSC_0182 DSC_0175 DSC_0191

Quem achava que 20km era muito, ficou a perceber que num ritmo calmo e sem stress, uma distância destas se faz sem problemas – e não é preciso ser atleta! Foi sem dúvida mais uma oportunidade de conquistar o espaço que normalmente está afecto ao automóvel – nem que seja por breves momentos.

DSC_0197 DSC_0198

DSC_0199 DSC_0200 DSC_0201

DSC_0202 DSC_0203 DSC_0204

DSC_0206 DSC_0207 DSC_0210

DSC_0211 DSC_0215

DSC_0217 DSC_0212

DSC_0218 DSC_0219 DSC_0220

DSC_0222 DSC_0223

A opção pelo paredão nesta parte do percurso, foi uma ajuda para quem as subidas não são a sua “cup of tea”… A linha de cascais, precisa sem dúvida de um percurso ciclável ao longo da costa – seja ele na estrada ou em paredão como estes – mas sem sacrificar o espaço pedonal.

DSC_0228 DSC_0231 DSC_0233

DSC_0235 DSC_0237

DSC_0239 DSC_0240 DSC_0241

DSC_0244 DSC_0246

DSC_0249 DSC_0250 DSC_0252

Para o regresso à Marginal, a intervenção da polícia foi imprescindível. Nesta zona (curva do Mónaco), até para os peões é complicado circular, pois os passeios quase desaparecem!

DSC_0254 DSC_0255

O reabastecimento de água nos Jardins de Paço de Arcos, foi providencial, não só para refrescar, como para descansar um pouco.

DSC_0259 DSC_0264

DSC_0266 DSC_0268

Acabei por não ficar com muitas fotos, que isto de pedalar com os pequenos lá atrás, conversar com os participantes, gerir um pouco o passeio, e mais algumas coisas… não dá para tudo! À chegada, o parque de estacionamento que a organização do Greenfest preparou, permitiu que quem quisesse ir visitar o festival, pudesse fazê-lo sem stress, pois as suas bicicletas estavam vigiadas.

Não posso deixar de agradecer  à FPCUB pela organização, ao Greenfest, pelo desafio e pela co-organização, aos SMAS de Oeiras que nos abasteceram de água em Paço de Arcos, ao Continente pelo “lunchbag” e à CP pelas viagens de regresso a Lisboa.

Fomos quase 200, o número que tínhamos definido como limite das inscrições. Dadas as características do passeio e outras limitações, entendemos que seria esse o limite adequado. Fica a promessa de se repetir este evento (ou um semelhante), e que da próxima, pequenos pormenores possam ser corrigidos, para que fique na memória um passeio ainda melhor!

Deixar uma resposta