Lojas (IV) – Veloculture

Quem ainda não percebeu que bicicletas e comércio tradicional são duas coisas que vão bem uma com a outra, só pode andar distraído. E quando chega a altura de comprar a bicicleta, ou de tratar dela, embora o recurso à grande superfície seja tentador em alguns casos, convém pensar duas vezes. Tenho dito e volto a repetir – para o sucesso da bicicleta como meio de transporte nas cidades e vilas de Portugal, é fundamental a existência de uma oferta generalizada de lojas e oficinas no meio do tecido urbano – onde as pessoas vivem e trabalham. O entusiasta, se for preciso vai ao fim do mundo à procura da sua loja, mas o cidadão comum, precisa de ter uma loja perto de si. Não só para comprar a bicicleta, mas também para a manter ou comprar um qualquer acessório que lhe faça falta. Para o cidadão comum, se a bicicleta avariar e for complicado tratar da sua reparação, o mais certo é encostá-la  na varanda ou na arrecadação, e não lhe voltar a pegar durante muito tempo.

DSC_8012

Entra a Veloculture: nascida no Porto (mais precisamente em Matosinhos) pela mão de 3 rapazes bem dispostos (o Lau, o Bob e o homem sem um nome de 3 letras), chegou no início deste mês a Lisboa. O António e o César – duas pessoas que percebem muito da coisa – tiveram a mesma ideia do que eu, assim que ouviram falar no projecto lá de cima: opá, isto fazia falta era cá em Lisboa! Como tenho as minhas atenções canalizadas noutras direcções, não fiz o mesmo do que eles: falaram com os outros 3, e abriram uma loja cá em baixo, ali a meio da Rua de Santa Bárbara, mais precisamente no nº 18B.

DSC_8032 DSC_8011

Fui lá fazer uma visita ao António, que é quem costuma estar na loja a receber os clientes, juntamente com o druída que percebe à brava de mecânica. Como já estava a contar, está cheia de coisas giras, à espera que lá vão buscá-las. A cidade ficará certamente mais bonita!

DSC_8014 DSC_8007

DSC_8017 DSC_8016

Todas as bicicletas levam este autocolante “azeiteiro”, que inclui Porto no nome… afinal de contas, é a marca, o que se há de fazer 😉 Agora a sério, a loja merece mesmo uma visita, para se deliciarem com estas coisas que eles por lá têm.

DSC_8033 DSC_8020 DSC_8034

Muitas marcas de bicicletas e de acessórios, entre outras coisas, incluíndo a melhor revista de bicicletas de todos os tempos. Apesar de ser um espaço não muito grande, irão certamente encontrar algo que gostam!

DSC_8027 DSC_8030

Veloculture Lisboa
Rua de Santa Bárbara, 18B – LISBOA

Mais informações em http://www.velocultureporto.com/

4 Respostas a “Lojas (IV) – Veloculture

  1. Joao diz:

    Aquela Nologo preta e dourada ainda vai ser minha.. 🙂

  2. paulofski diz:

    Os maiores sucessos à Velomoura. O Porto é cultura e invade a capital a toda a velocidade 😉

  3. Boinga diz:

    Belíssimas fotos!

  4. […] recebidos pelo “homem sem um nome de 3 letras”, que nos mostrou a casa. Já vos mostrei a loja de Lisboa, mas só conhecia a de Matosinhos pelas fotos. Não desiludiu, e sempre com coisas giras para nos […]

Deixar uma resposta