De bicicleta para a Câmara

No passado dia 22, foi Dia Mundial Sem Carros, e a Câmara Municipal de Lisboa, com o apoio da FPCUB, lançou um desafio aos seus funcionários, para que nesse dia fossem de bicicleta. Há já algumas pessoas que o fazem diáriamente, e os lugares de estacionamento existentes em alguns serviços da CML, costumam esgotar (sendo que no Campo Grande, já tiveram que aumentar o nº de lugares para bicicletas na garagem).

Mas na 5ª feira passada, a adesão superou o esperado. No total compareceram mais de 60 pessoas de bicicleta no trabalho. Claro que houve incentivos, para os 50 primeiros, que receberam uma sacola com uns brindes. Simultaneamente, quem se inscreveu era desafiado a escrever uma frase sobre o acontecimento, e a melhor foi premiada com uma bicicleta oferecida pela FPCUB. Mas só por estas fotografias que me enviaram, dá para perceber que valeu a pena! Agora é esperar que quem experimentou, mantenha a vontade de o fazer mais vezes.

Ficou a promessa da iniciativa para o ano ser estendida a mais entidades para além da CML, tanto públicas como privadas. Entretanto, e mesmo sem brindes, fica o desafio para aqueles que ainda não o fazem: quando é que começam a ir de bicicleta para o trabalho? (podem começar com 1x por mês, depois 1x por semana… quem sabe se em pouco tempo, não estão a fazer isso todos os dias?!)

5 Respostas a “De bicicleta para a Câmara

  1. Conan diz:

    Faltam aqui as fotos do Costa e do Salgado. Extraviaram-se? 😉

  2. Rui Simão diz:

    Também fui… parabéns pela iniciativa. Entretanto nota-se efectivamente um acréscimo de utilizadores de bicicleta na cidade e também no edifício do Campo Grande – CML. Seremos cada dia mais até sermos, muitos…

    Pena ainda não termos as bicicletas de uso partilhado na cidade… Perdeu-se uma excelente oportunidade… ;D

  3. Mário diz:

    Faltou igualmente o Zé que já fez falta. E já agora, impedir que os carros estacionem em cima do passeio, em frente ao edificio da CML no Campo Grande.

  4. Que ideia interessantíssima! Sou de Vitória no Brasil, e ainda não vi ideia parecida por aqui!

    Emmanuel M. Favre-Nicolin
    Blog Vitória Sustentável
    http://vitoria-sustentavel.blogspot.com

  5. […] inicitiva começou há 2 anos, apenas dirigida aos funcionários da CML. No ano passado estendeu-se a mais empresas (na qual a Ana Galvão foi “madrinha”), e […]

Deixar uma resposta