À porta da loja

Na semana passada, fiz uma visita à loja Ciclone – tive oportunidade de fotografar esta cliente, que tinha lá ido buscar a sua bicicleta.

DSC_7260

Ao que parece, foi alvo de uma recuperação profunda, e ela parecia muito satisfeita com o resultado. Estas bicicletas foram bastante populares nos anos 70-80… hoje em dia, haverá muitas abandonadas nas garagens e arrecadações, provavelmente em muito mau estado. Mas isso não quer dizer que a sua vida útil tenha chegado ao fim – a recuperação de qualquer bicicleta, é quase sempre, uma excelente opção! Em breve falarei mais sobre isto.

5 Respostas a “À porta da loja

  1. rosa diz:

    esta bicicleta foi comprada na feira da ladra por uma pechincha, num estado quase impecável! 🙂

  2. Concordo em abosoluto. No meu caso fui buscar um bicicleta que o meu pai andava nos anos 70/80 e mandei recuperar na Ciclone, o resultado está excelente e tornou-se o meu principal meio de transporte em lisboa.

  3. gonçalo diz:

    com bomba das grandes, dinamo, bolsinha tipo são bernardo no selim e buzina à antiga esta rapariga está preparada para levar a sua Motobecane até à Birmânia. E faz muito bem!

  4. gonçalo diz:

    parabéns também ao fotógrafo pela divulgação / motivação / promoção / qualquer coisa ão da utilização da bicicleta, e com estilo. ao mesmo tempo prova que um pupilo militarizado não precisa deslocar-se num tanque nem num V12 4×4.

  5. […] além de bicicletas feitas por medida, a Ciclone faz recuperação de bicicletas antigas, conseguindo-lhes dar uma nova alma (mesmo àquelas que pareciam ter perdido qualquer hipótese de […]

Deixar uma resposta