James, from Australia

Será que os estrangeiros a residir em Portugal encaram as adversidades do nosso país da mesma maneira que nós? No que diz respeito à bicicleta, a resposta é claramente “não”. Não tenho nenhum estudo sobre o assunto, mas a percepção que tenho é de que a percentagem de estrageiros a viver por cá que escolhe a bicicleta como meio de transporte, é francamente superior à percentagem de Portugueses que se desloca deste modo. As colinas não são um problema, o clima não é um problema… sim, em geral queixam-se da falta de infraestruturas, mas isso também não parece ser um problema para muitos deles! Sem dúvida que é mais uma questão cultural e de predisposição mental.

P1020077

Conheci o James ontem, num contexto completamente fora do “meio das bicicletas”… e lá vinha ele de bicicleta. Está agora de partida, ao fim de um ano e meio no nosso país. Godspeed James!

Giras

P1010838

Já não é novidade. As bicicletas partilhadas de Lisboa já estão nas ruas há alguns tempos, e têm nome: Gira – Bicicletas de Lisboa.

P1010844  P1010840

O sistema ainda não está todo instalado, apenas cerca de 1/3 das estações e bicicletas. Mas até ao final de Março a primeira fase estará concluída: 140 estações e 1.410 bicicletas.

P1010830

Uma coisa boa, para além do óbvio serviço em si, é o município ficar com mais dados sobre o nível de utilização e sobre as deslocações e percursos – uma informação valiosa para quem está a trabalhar no planeamento da cidade.

P1010836

Já há neste momento cerca de 3.000 subscritores do serviço, e por dia já são feitas mais de 1.000 utilizações do sistema! Valores que se espera virem a aumentar depressa, assim que a rede de estações comece a chegar a mais locais.

P1010839  P1010845

Já se sabe que dependendo das horas algumas estações poderão estar mais vazias, enquanto outras inevitavelmente ficam mais cheias. O serviço de reposição de bicicletas, tentará dentro do possível colmatar desequilíbrios, para que o sistema se torne mais eficaz.

P1010829  P1010824

Não adianta da minha parte estar a dar muito mais informação sobre o sistema. As dúvidas podem ser todas esclarecidas na página criada para o efeito. Com este sistema (e a rede de percursos cicláveis que irá continuar a crescer), é de esperar cada vez mais gente de bicicleta em Lisboa! Nas Giras e não só!